Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Doces Visitantes.


Tradutor.

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Apesar da má fama, trigo é fundamental na dieta

Apesar da má fama, trigo é fundamental na dieta Frances Magee/Stock.xchng/Divulgação

Fonte de carboidrato, cereal tem papel importante até no humor.


Presente em pães, pizzas, bolos e até no chope, o trigo ganhou fama de vilão da dieta e inimigo da alimentação balanceada. Mas não é bem assim. A nutricionista Elaine de Pádua explica que o trigo é uma importante fonte de carboidrato para o organismo, fundamental para que se obtenha a energia necessária para as tarefas do dia a dia.

Para complementar, o cereal ainda atua na produção de serotonina, o neurotransmissor responsável por conduzir os impulsos nervosos de uma célula para a outra. Ou seja, ele tem papel importante em funções como a liberação de hormônios, regulação do sono, da temperatura temporal, das atividades motoras e, inclusive, do apetite e do humor.

— No entanto, os alimentos integrais reduzem a absorção da glicose ingerida e, por conter um alto teor de fibras, saciam por mais tempo, sendo mais indicados na manutenção do peso — explica a nutricionista.

Segundo Elaine, a única diferença entre os dois tipos de farinha é que a absorção do trigo refinado é mais rápida e, com isso, o efeito de saciedade é passageiro, fazendo com que sua deficiência se torne mais perceptiva após apenas algumas horas. O trigo integral garante uma absorção mais lenta, fazendo com que o efeito de saciedade seja mais prolongado e o indivíduo não sinta fome tão rapidamente.

Alimentos compostos de sementes e cereais, como pães, trigo, arroz, milho, aveia, cevada e centeio devem ser consumidos em uma média de cinco a nove porções ao dia. No entanto, é necessário que se leve em consideração que o grupo de tubérculos e raízes, incluindo batata, mandioca, milho verde, inhame, entre outros, também faz parte dessas porções.

— A melhor dica para se consumir os alimentos de forma a aproveitar todos os seus componentes nutricionais é equilibrar a quantidade de seu consumo, sem excessos e sem deixar nenhum grupo alimentar de lado — aconselha Elaine.

0 comentários: